CNH: Transferência de pontos em SP leva 90 dias

CNH: Transferência de pontos em SP leva 90 dias

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Se a pontuação na CNH estiver perto de ‘estourar’ ou se a multa for gravíssima, motorista pode ser prejudicado pela demora.

Transferir pontuação de multas entre CNH está demorando mais que o comum e está causando muitas dores de cabeça a proprietários de veículos da cidade de São Paulo, podendo, inclusive, levar à abertura do processo de suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

De acordo com relatos de vários leitores do www.carrosemsegredo.com , os formulários de identificação do condutor, que são entregues junto com a notificação de multa, estão esperando até três meses para serem analisados pelo Departamento de Operação do Sistema Viário, da Secretaria Municipal de Transportes.

A legislação estipula que, obrigatoriamente, os documentos devem ser enviados pelos donos dos veículos em até 15 dias, mas a mesma lei não prevê prazo para a transferência dos pontos entre as CNH pelos órgãos de trânsito.

Motorista profissional, Alex da Silva Conceição contou a nossa reportagem que aguarda a transferência há mais de dois meses. Ele foi multado em um final de semana com o carro particular que pertence à esposa e, conhecedor dos procedimentos, providenciou cópias dos documentos pessoais e enviou com o formulário de identificação do condutor pelos Correios no dia 18 de outubro.

CNH_1

Diante da demora na resposta, voltou até à agência que recebe os pedidos de transferência de pontos das CNH, e soube por uma conhecida que trabalha no local que o documento foi carimbado pelo Departamento da Secretaria Municipal de Transportes, DSV, apenas no dia 17 de dezembro, quase dois meses depois.

Uma funcionária que não quis se identificar reclamou que o DSV não dá conta do grande volume de solicitações. Segundo ela, são quase 20 mil correspondências referentes à CNH por dia.

Questionado por nossos repórteres sobre a demora, através de sua assessoria de imprensa, o Departamento de Operação do Sistema Viário, da Secretaria Municipal de Transportes, admitiu que, devido ao grande volume, os formulários de identificação de condutor estão levando até 90 dias para serem cadastrados no sistema.

Segundo o DSV, após o registro, os dados são enviados ao Detran, responsável por administrar os prontuários dos motoristas em todo o Estado, e após isso, os pontos são transferidos para a CNH dos condutores que estavam ao volante.

Para tranquilizar os motoristas, a Secretaria Municipal de Transportes esclareceu que a data de postagem do formulário nos Correios é a que vale como prazo para a identificação do condutor. Você ainda pode obter informações no site do Detran.

Share