Fiat: Situação no Brasil ‘é perigosa’

Fiat: Situação no Brasil ‘é perigosa’

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Segundo Marchionne, que também preside a Ferrari, momento é ‘o pior dos últimos 20 anos’.

CEO da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e presidente da Ferrari, Sergio Marchionne, afirmou durante a inauguração do ano acadêmico da Universidade de Módena e Reggio Emilia, que vem acompanhando com preocupação o que está acontecendo no cenário político brasileiro.

Na saída do evento Marchionne disse: “No Brasil há um problema político que deve ser resolvido internamente. A nomeação de Lula no governo tem um objetivo muito claro. Se funcionará politicamente, eu não sei, porque não sou especialista, mas aquela situação não pode continuar assim. É o máximo de instabilidade que eu vi no Brasil nos últimos 20 anos. É verdadeiramente perigoso”.

Fiat

CEO da Fiat conheceu a presidente Dilma Rousseff na inauguração da fábrica da Jeep, em Goiana, Pernambuco.

O CEO da Fiat falou sobre o Brasil após ser questionado sobre o atual panorama dos Estados Unidos, com a corrida eleitoral sendo liderada pelos republicanos Donald Trump e Ted Cruz, que têm visões mais radicais em diversos assuntos.

Quanto a isso, o executivo explicou que “há um processo inesperado nos EUA” e que o problema de uma possível vitória de Trump “não é o que muda para a Chrysler, mas o que pode mudar ao redor da Chrysler em nível internacional”.

Sergio Marchionne esteve no Brasil recentemente, na inauguração de mais uma fábrica do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA), mais precisamente da Jeep, em Goiana, PE.

Share