Vendas de seminovos aumentam 33% em 2015

Vendas de seminovos aumentam 33% em 2015

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Vantagens como economia com documentação e opcionais são algumas das vantagens dos seminovos.

Veículos seminovos foram os mais comercializados em 2015. De acordo com a Federação Nacional das Associações Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), a venda de carros com até três anos de uso superou no ano passado os dados de 2014, ao concluir o período com alta de 33%.

No total, 4.035.316 unidades foram negociadas em 2015, o que ajudou muito a liquidar boa parte dos estoques de veículos absorvidos pelas concessionárias no último ano.

Veículos oferecem vantagens em relação ao zero quilômetro.

Veículos seminovos oferecem vantagens em relação ao zero quilômetro.

Não era plano do inspetor de alunos Marcelo Oliveira, 56, trocar de carro, mas ele conta que aproveitou o cenário de boas ofertas e não resistiu a tentação para substituir o modelo anterior que possuía na garagem. “A oferta foi muito boa, não podia deixar passar. Para comprar uma Honda CRV, ano 2013, aceitaram nosso carro antigo como entrada e ainda pude parcelar a diferença em várias vezes sem juros”, explicou Oliveira.

Para o presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, veículos seminovos estão tendo mais procura que modelos zero quilômetro porque o consumidor está se arriscando menos financeiramente para adquirir um veículo. Além disso, sua analise é de que o aumento da demanda não afete o preço final do produto. “É um bom momento para comprar seminovos porque o consumidor vai achar boas ofertas. O mercado quer vender e vai facilitar as propostas”, disse Santos.

Muitas vantagens

Economia é uma das principais vantagens dos seminovos em relação ao carro zero. Não existem gastos com emplacamento e algumas concessionárias oferecem descontos na venda, sendo que dependendo da época da compra, o IPVA pode estar pago pela concessionária e o DPVAT, quitado.

Além disso, mesmo que o carro seja negociado, a garantia da montadora permanece pelo tempo que foi estabelecido pelo fabricante. Isso quer dizer que, se um carro tiver três anos de garantia e for vendido com um ano de uso, o novo proprietário continua contando com a garantia por dois anos.

Outra facilidade encontrada é a quantidade de equipamentos e opcionais. Enquanto o valor de um carro novo pode aumentar drasticamente a cada opcional, o custo destes equipamentos nos seminovos não varia, já que seu preço está embutido no valor do carro.

Especialistas indicam veículos com até três anos para qualquer pessoa que queira gastar um pouco menos na hora da compra. Mas, principalmente para o motorista iniciante, é uma ótima opção. Em geral, quem tem pouca experiência na direção desgasta mais o carro. Sem contar que será possível ter um carro mais confortável e fácil de manter do que um zero quilômetro mais caro.

Se você guardou o 13º salário, utiliza-lo para comprar seminovos com até três anos pode ser um bom negócio se tiver paciência para procurar boas ofertas.
Confira dicas para a boa compra de seminovos:

1 – Vistoria

Escolha um mecânico de sua confiança e leve-o para analisar minuciosamente o veículo. O carro pode estar esteticamente muito bonito, mas pode apresentar problemas mecânicos ou elétricos, e somente um profissional do segmento saberá identificar.

2 – Escolher a loja certa

Prefira sempre uma loja com credibilidade ou pesquise estabelecimentos comerciais idôneos junto aos órgãos de defesa do consumidor.

3 – Veja o histórico do Detran

Confira se o número do chassi é o mesmo que se encontra no certificado de propriedade do veículo. Peça para consultar se existe alguma pendência de multas ou impostos. O Detran também é possível checar se o veículo se envolveu em acidentes.

4 – Motor

Verifique se a temperatura do veículo não passa de 90 graus e observe a fumaça que sai do escapamento, principalmente em altas temperaturas. Se a fumaça estiver muito escura, quer dizer que o carro está queimando muito óleo. Outro ponto a ser observado são as luzes de advertência do painel. Com o veículo operando em sua normalidade, elas precisam se apagar após a partida.

As luzes indicam como está a operação do motor. Caso alguma delas não se apague após a partida no motor, ou se acenda durante a condução, procure um mecânico.

As luzes indicam como está a operação do motor. Caso alguma delas não se apague após dar a partida no veículo, ou se acenda durante a condução, procure um mecânico.

5 – Os Pneus

Analise a condição dos pneus. Atenção se o pneu está careca ou com um lado mais gasto que o outro, e ainda olhe se o estepe está em condições.

6 – Freios

Atenção para o caso de ruídos ao acionar o sistema de frenagem, veja se existe o pedal borrachudo e se o sistema do freio de mão precisa de ajuste ou manutenção completa do sistema.

7 – O óleo

Você pode verificar a condição do óleo pelos adesivos colados, geralmente, no canto esquerdo do vidro do motorista. Caso no veículo avaliado estes adesivos não existam, faça a troca de óleo imediatamente.

8 – Suspensão e amortecedores

Rode algumas vezes com o veículo e preste atenção para identificar se o carro torna-se instável nas curvas e se a suspensão não faz nenhum tipo de barulho anormal.

9 – Bateria
Dê a partida algumas vezes seguida e observe o comportamento da bateria. Por fora, a carcaça estufada, rótulos queimados e principalmente, vazamento nos pólos não são boa coisa.

Share