T5: Chinês bom de briga

T5: Chinês bom de briga

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Ainda este mês, o JAC T5 chega às lojas para enfrentar a dura concorrência do recém lançado Jeep Renegade, e também de Ford Ecosport, Honda HR-V e Renault Duster.

Na última sexta-feira de fevereiro, a JAC Motors apresentou oficialmente o T5, que já havia sido lançado na China no primeiro semestre de 2015. Importado do país asiático, o veículo tem valor inicial em R$ 59.900, o preço mais baixo do segmento, uma de suas apostas para vender bem, assim como a boa lista de equipamentos desde a versão de entrada.

T5_1

Lançado na China ano passado, o T5 chega às lojas brasileiras no decorrer de março.

Infelizmente para os consumidores, o T5 chega com certa desvantagem por ser importado e estar limitado devido às cotas do Inovar-Auto. Porém, a JAC já mapeou esta situação e o T5 será o primeiro veículo da montadora a virar nacional. Representante da marca no Brasil, Sergio Habib, reduziu o investimento de R$ 1 bilhão para R$ 200 milhões e, a capacidade de produção da futura fábrica em Camaçari (BA) de 100 mil para apenas 20 mil unidades/ano.

Protótipo do T5 flagrado durante testes em São Paulo.

Protótipo do T5 flagrado durante testes em São Paulo.

Nela, o T5 será montado a partir do primeiro semestre de 2017 em formato CKD. E enquanto as coisas se ajeitam por lá, o T5 virá da China em três versões e com meta de vendas discreta: cerca de 150 exemplares por mês.

O novo SUV chinês possui motor 1.5 flex de 125/127 cv, e será oferecido inicialmente apenas com transmissão manual de seis marchas, mas até agosto, está nos planos da montadora chinesa trazer ao país a opção da transmissão automática CVT.

T5_2

Quem deseja adquirir um SUV deve ficar atento ao consumo, pois essa categoria de veículo, geralmente, gasta mais combustível.

Usando gasolina/álcool, o propulsor 1.5, de 125/127 cv de potência e 15,5/15,7 kgfm de torque, é a conta exata para os 1.210 quilos do T5. Já o câmbio manual de seis marchas está mais bem ajustado do que o de outros carros da JAC, mas ainda emite alguns barulhos na hora das mudanças.

Embalado e sem tráfego, o T5 passa dos 9 km/l com etanol na cidade. Já em meio ao trânsito pesado, como é preciso pisar sem receios e fazer muitas trocas de marcha para melhorar o torque antes de 2.500 giros, a autonomia cai para a 5 km/l.

O JAC T5 traz de série alarme, vidros, travas e retrovisores elétricos, ar-condicionado automático digital, monitor de pressão dos pneus, faróis com regulagem elétrica de altura do facho e sensor crepuscular, luzes diurnas de LED, sistema Isofix para fixação de assentos infantis e sensor de estacionamento.

T5_5

Mais itens de série que a concorrência: é uma das apostas do T5 para vender mais.

O modelo pode receber dois pacotes adicionais de opcionais que elevam o preço do T5 para R$ 64.990 e pode chegar até R$ 69.990. Mesmo assim, a configuração top de linha custará o equivalente às versões de entrada dos principais rivais: Jeep Renegade, Ford EcoSport e Renault Duster, com exceção do Honda HR-V, que já tem o preço da versão de entrada mais alto, atualmente em R$ 76.900.

As dimensões medem 4,32 metros de comprimento, 1,76 m de largura, 1,62 m de altura e 2,56 m de entre-eixos. Isso se traduz em espaço interno maior que o do EcoSport, mas um pouco menos que HR-V e Renegade.

O espaço dentro do T5 acomoda bem pernas e cabeças, tanto no banco dianteiro quanto nos bancos de trás. Na frente, assentos oferecem conforto e ergonomia, apesar de a tampa do porta-luvas obrigar o passageiro recuar um pouco os joelhos para ser aberta. O volume de porta-malas é bom: 600 litros.

O SUV da Jac tem um dos maiores porta-malas da categoria.

O SUV da Jac tem um dos maiores porta-malas da categoria.

 

Confira os itens dos pacotes e os preços do JAC T5:

Pacote 1, de série: R$ 59.990 para alarme; chave canivete com botão de abertura do porta-malas; rodas de liga leve aro 16; direção elétrica; ar-condicionado automático digital; faróis com acendimento automático; vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico; banco do motorista com ajuste de altura; ganchos Isofix; sensor de estacionamento traseiro; pedais que anulam aceleração quando acelerador e freios são acionados simultaneamente; e assistente de frenagem emergencial.

Pacote 2, opcional: R$ 64.990 que adiciona faróis e lanternas de neblina; luzes diurnas em LED; barras longitudinais de teto; assistente de partida em subidas; e controle eletrônico de estabilidade e tração.

Pacote 3, opcional: R$ 69.990 oferece a mais bancos revestidos em couro; central multimídia com tela touch screen de 8 polegadas e sistema MirrorLink; câmera de ré com gráficos estáticos.

Como é possível perceber, o pacote de equipamentos é sem duvida um dos mais completos da categoria, porém, deve-se atentar para o detalhe de que a marca utiliza uma tática para estimular a compra da versão top de linha: o indispensável sistema multimídia só é oferecido no T5 mais caro, de R$ 69.990, e não está disponível para venda individual.

T5_3

Share