Viaduto Santo Amaro é reaberto parcialmente

Viaduto Santo Amaro é reaberto parcialmente

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O reinício da utilização do elevado foi marcado por trânsito e medo da travessia por parte de motoristas e pedestres.

O viaduto Santo Amaro, que estava interditado desde o dia 13 deste mês, por conta de um acidente na Avenida dos Bandeirantes, na Zona Sul da cidade, entre um caminhão bi trem e um caminhão-tanque carregado com gasolina, foi reaberto parcialmente, informou a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras.

Viaduto_SantoAmaro_2

Trânsito na zona sul aumentou devido à interdição do viaduto Santo Amaro.

Os dois sentidos da avenida, na altura do viaduto, também foram bloqueados até a segunda-feira, dia 15. A Avenida dos Bandeirantes é uma das principais ligações entre a Marginal Pinheiros e o sistema Anchieta-Imigrantes, rota para as praias do litoral Sul de São Paulo. Ainda possibilita a chegada ao Aeroporto de Congonhas e ao Corredor Norte-Sul, e também é um dos principais caminhos para quem vem ou vai para o ABC.

O acidente entre os dois caminhões provocou uma explosão embaixo do elevado, e por isso a prefeitura de São Paulo chegou a cogitar demolir, com emergência, o viaduto Santo Amaro, porque as analises preliminares demonstraram que as estruturas foram comprometidas com a explosão.

Entretanto, após outras diversas analises, o viaduto Santo Amaro foi liberado desde as 5 da manhã da última sexta-feira, para que ônibus pudessem circular por duas faixas do viaduto, facilitando a vida dos passageiros, que antes preferiam descer dos coletivos e cruzar a pé ao enfrentar o congestionamento.

Viaduto_SantoAmaro_3

Liberado apenas para ônibus, alguns motoristas de outros tipos de veículos se arriscaram e utilizaram o elevado.

Enquanto isso, nas pistas laterais da avenida Santo Amaro, os motoristas enfrentavam longos congestionamentos para desviar da interdição. Fora do horário de pico, a espera para atravessar a avenida dos Bandeirantes era de aproximadamente 20 minutos.

Ainda que fiscais estivessem no local, e mesmo com a proibição, alguns motoristas se aventuraram e invadiram a faixa exclusiva para ônibus. Um técnico da CET que estava presente e não quis se identificar, afirmou que, como é uma situação inusitada, a companhia começará orientando os condutores a não utilizarem o espaço dos coletivos no viaduto em vez de multar os infratores.

Porém, ainda de acordo com o funcionário, nos próximos dias os fiscais de trânsito receberão ordens para começar a multar os que circularem no trecho bloqueado.

Na Avenida dos Bandeirantes, embaixo do viaduto a sensação é de total insegurança, tanto pelas condições do viaduto Santo Amaro, quanto pelo trafego do local. Assustados e evitando ficar parado sob a ponte, alguns motoristas aceleram, trocam de faixa ou, dependendo do trânsito, aguardam antes de passar por baixo.

Viaduto_SantoAmaro_1

Avaliações preliminares indicam que as estruturas foram danificadas e é necessária a demolição.

A prefeitura havia informado que colocaria telas de segurança sob o viaduto Santo Amaro para evitar que pedaços da estrutura se soltassem e atingissem os veículos. Até dia 27, apenas a pista sentido Imigrantes estava protegida.

Na manhã do dia 29, um grande pedaço chegou a ceder na outra pista e, por pouco não atingiu os veículos que passavam. A via passou por limpeza e foi liberada logo após o incidente.

As ruas dos bairros que viraram opção para fugir do bloqueio, sentiram algum alívio com a liberação para ônibus trafegar sobre o viaduto Santo Amaro, mas não resolveu o problema do trânsito. Segundo alguns moradores do bairro, o congestionamento aliviou, mas está longe do ideal. “Tiraram os ônibus, mas a situação permanece insustentável. Perco mais horas no trânsito do que perdia habitualmente, não dá”, disse uma moradora que não quis se identificar.

Não sabia

Sobre a falta da tela de proteção no viaduto em um dos sentidos da avenida dos Bandeirantes, a Secretaria de Infraestrutura Urbana, a Siurb, justificou que a lona não havia sido colocada para a retirada de uma argamassa, mas que trabalha no local para resolver o problema. O órgão alegou não ter sido informado sobre a queda de parte da estrutura na via.

Viaduto_SantoAmaro

Algumas faixas da Avenida dos Bandeirantes, que passa sob o viaduto Santo Amaro, também estão interditadas.

Share